Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

papas e bolos

papas e bolos

09
Set16

TORTA DE PEIXE

Antonieta Henriques

TORTA DE PEIXE

20160830_200530.jpg

 

 

Ingredientes 

Ovos – 4

Batatas médias cozidas – 4

Farinha – 4 colheres de sopa

Leite – 1,5dl

Sal – q.b.

Noz-moscada – q.b.

 

Procedimentos

Depois de cozidas, passam-se as batatas no passe-vite. Batem-se as gemas com todos os ingredientes e, por fim, juntam-se as claras em castelo firme. Vai ao forno em tabuleiro untado de manteiga e polvilhado com farinha.

Forno-200graus

Tempo-30minutos

20160830_200355.jpg

 

 

Depois de cozida, deita-se a torta sobre um pano ou papel vegetal, recheia-se com creme de peixe, enrola-se e coloca-se na travessa, servindo-a acompanhada com salada ou legumes cozidos.

Nota: se quiser, para maior facilidade, pode usar puré de batata instantâneo, para substituir a batata cozida.

 

Recheio da torta

 

Sobras de peixe ou atum em lata – 1 posta

Cebola – 1

Azeite – 1/5 dl

20160830_200449 (1).jpg

 

Pimenta – q.b.

Farinha – 2 colheres de sobremesa

Caldo de peixe – 2dl

 

Procedimentos

  • Deite o azeite num tacho e faça um refogado com a cebola, sem deixar queimar.
  • Retire do lume, acrescente a farinha e ligue com o caldo de peixe, ainda quente.
  • Junte o peixe desfiado, a noz-moscada, a pimenta e corrija o sal.
07
Set16

A MINHA HOMENAGEM

Antonieta Henriques

20160824_161532.jpg

A MINHA HOMENAGEM

 

Aqui estou eu a agradecer a todas as pessoas que se cruzaram comigo ao longo da vida e que me ajudaram a crescer nesta área. Que fizeram o favor de me dar as suas receitas, que eu experimentei e adaptei ao meu gosto, ao gosto dos meus familiares e ao tempo que tinha disponível, pois era muito pouco.

Quero deixar a minha homenagem à minha mãe, ao meu pai, que pouco sabia de cozinha, mas me ensinou a fazer “migas canhas”, às minhas tias, aos meus irmãos e aos meus sobrinhos, às primas e primos, às colegas de trabalho, aos amigos e aos meus filhos e noras, e até a uma senhora que viveu em Itália muitos anos e me ensinou a fazer massa de pizza. É tão fácil e rápida, que ainda hoje é a que faço. Isto aconteceu há quase 30 anos.

Ao longo da vida, preparamo-nos sem saber para quê. Foi o que me aconteceu. Há duas semanas, eu não sabia que ia ter um blog hoje, assim tão de repente.

A história é a seguinte:

Quando o nosso filho mais velho foi viver só e para longe, pedia receitas, e eu, para não gastar em telefone, enviava as receitas por email. Como ele não tinha prática, escrevia-as com algum cuidado. Há poucos dias, depois do almoço, a minha nora gostou da refeição e perguntou-me porque razão não fazia um blog? Fiquei a pensar no assunto e passados dois ou três dias, perguntei aos “técnicos” cá de casa se me ajudavam. No meio disto, era quase a única, em casa, que não tinha blog, e as receitas estavam escritas.

E assim me meti nesta aventura. Obrigada a todos!

07
Set16

MIGAS DE COUVE-FLOR

Antonieta Henriques

MIGAS DE COUVE-FLOR

(Um bom acompanhamento para peixe ou carne)

 

20160906_134328.jpg

 

 

Ingredientes

Pão alentejano – 300g

Couve-flor – 1kg

Cebola – 1

Sal – q.b.

Colorau – 1 colher de sobremesa

Azeite – 1dl

Ovo -1

 

Procedimentos

1 – Lave e coloque num tacho a couve-flor. Cubra de água, deite um pouco de sal e leve ao lume a cozer.

2- Entretanto, parta o pão em fatias e coloque numa tigela.

3 – Deite sobre o pão a água de cozer a couve, ainda a ferver.

4 -Descansa um pouco até o pão ficar bem molinho.

5 – Escorra a couve e triture-a, com um garfo ou com a varinha mágica.

6 – Esprema o pão para não ficar com excesso de água.

7 – Misture o pão desfeito e espremido com a couve.

8 – Numa frigideira antiaderente coloque o azeite, a cebola picada e o colorau.

9 – Depois de cozer a cebola, junte ao preparado e envolva bem.

10 – Bata o ovo à parte e misture também ao preparado.

11 – Na mesma frigideira e, ainda bem quente, deite a mistura e vá dando voltas para secar um pouco e fazer um rolo numa travessa. Se quiser, pode servir no tacho, porque o sabor já lá está.

06
Set16

SOPA DE BELDROEGAS

Antonieta Henriques

SOPA DE BELDROEGAS

20160904_140402.jpg

 

20160904_140411.jpg

 

 

(Preparado para quatro pessoas)

 

Ingredientes

 

Beldroegas – 1 molho grande

Azeite- 1,5 dl

Alhos – 1 ou 2 cabeças

Loureiro – 1 folha

Cebolas – 2

Água – 1,5L

Queijo de cabra curado - 2

Colorau – 1 colher de sobremesa

Batatas – 500g

Ovos - 4

 

Procedimentos

 

1 – Limpe as beldroegas, retirando as folhas e lave em 3 águas.

2 – Deite num tacho o azeite e a cebola picada e deixe refogar até a cebola ficar transparente. Acrescente as beldroegas e deixe refogar 2 minutos mais ou menos.

3 – Deite a água, o louro, o colorau as batatas, a cabeça dos alhos (sem a pele branca) e deixe cozer 15 minutos.

4 – Lave e divida os queijinhos em quartos e deite no tacho. Corrija o sal. Por norma não é necessário porque o queijo já é salgado.

5 – Escalfe os ovos sem os deixar endurecer demais e sirva com pequenas fatias de pão alentejano.

05
Set16

BEIJOCAS

Antonieta Henriques

BEIJOCAS

 

Estes são os biscoitos que eu faço muitas vezes. Cá em casa são muito apreciados. Pouco doces e fáceis de fazer.

 

20160904_192735.jpg

 

 

Ingredientes necessários

 

Ovos – 1

Manteiga – 50g

Leite – 0,5dl

Açúcar – 100g

Farinha – 300g

Fermento – 1 colher de chá

Raspa de laranja – q.b.

 

Procedimentos

20160904_191121.jpg

 

 

1-Bate-se o ovo com o açúcar, a manteiga, o leite, a raspa de laranja e, por fim, mistura-se a farinha já com o fermento incorporado.

2-Tendem-se pequenos biscoitos em forma de amendoins e pintam-se com gema de ovo.

3-Vão ao forno em tabuleiro untado de margarina e polvilhado de farinha. Cozem a 200graus em 10 ou 15 minutos.

04
Set16

MANTER A LINHA

Antonieta Henriques

PARA MANTER A LINHA

 Nada melhor que apresentar-vos o modelo de prato principal mais correto, segundo alguns nutricionistas, para nos mantermos saudáveis e podermos apreciar a comida durante mais anos.

20160904_152403.jpg

 

 - As regras são simples: meio prato de legumes, ¼ de proteínas (carne ou peixe ou proteínas vegetais e 1/4 de hidratos de carbono (pão, batatas, arroz, massa, etc.).

 

OUTRAS DICAS

-A sobremesa no geral deve ser 1 peça de fruta, no máximo 3 por dia.

-Os doces devem ser comidos de tempos a tempos e com moderação.

- Não ficar mais de 3 h sem comer.

 -É melhor fazer pequenas refeições ao longo do dia .

-Ingerir pelo menos 1,5L de água por dia.

04
Set16

APRESENTAÇÃO

Antonieta Henriques

20160830_121715.jpg

SAUDAÇÃO

Olá! A todos os que leem este Blog, homens e mulheres, sejam bem-vindos.

O «papas e bolos» fará algum sentido? Hoje, que se fala tanto de comida gourmet?

     Pois eu pretendo apresentar pratos simples com sabores da aldeia, sem artifícios, fáceis de confecionar e económicos. Daí apresentar-me com um dito antigo, mas sem descurar a criatividade e a inovação. Desde criança que adoro cozinhar e considero que as refeições são uma das razões para unir as famílias. Através dos sabores, adquirimos laços que nos prendem ao passado, nos ligam ao futuro e são gostosos demais para esquecer.

Irei ainda apresentar uma cozinha acessível a quem tem pouca experiência. A paixão que tenho pela cozinha e a formação em artes, com certeza me irão ajudar a ser criativa e dinâmica. Conto convosco para me darem dicas e assim melhor vos servir.

Pág. 2/2